28 de abril de 2017

Papa chega ao Egito para defender reconciliação entre religiões

Papa Francisco cumprimenta sacerdote egípcio ao desembarcar no aeroporto do Cairo
O papa Francisco chegou nesta sexta-feira ao Egito para uma visita de dois dias, quando participará de uma conferência internacional para a paz com líderes muçulmanos, com o objetivo de enviar uma mensagem de reconciliação entre as religiões.

O Airbus da companhia italiana Alitalia, com a qual o pontífice viajou, aterrissou no Aeroporto Internacional do Cairo às 14h (horário local, 9h de Brasília) após decolar do Aeroporto de Fiumicino, em Roma, três horas antes. O pontífice foi recebido pelo primeiro-ministro do Egito, Sherif Ismail, e por vários políticos e autoridades eclesiásticas.

De lá, ele irá ao palácio presidencial onde se encontrará com Abdel Fatah al Sisi. Depois, o pontífice irá à Universidade de Al-Azhar, o centro de referência do islã sunita, onde está previsto fale da aproximação entre as religiões e da rejeição à violência.

A viagem do pontífice acontece três semanas depois dos atentados contra duas igrejas coptas em Tanta e em Alexandria, no norte de Egito. Nas ações, 46 pessoas morreram. Os ataques foram assumidos pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

A previsão é de que o papa deixe o Egito às 17h (horário local, meio-dia em Brasília) de sábado e chegue no Aeroporto Ciampino, em Roma, três horas e meia depois.

Francisco é o segundo papa a visitar o Egito, após a viagem que João Paulo II fez em 2000.

Com informações do Terra.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário