24 de abril de 2017

Em nota, Fortaleza pede desculpas à torcida por mau início de temporada

A vida do Fortaleza não está fácil em 2017. O primeiro semestre do Tricolor do Pici não foi como planejado pela diretoria e pela torcida. As eliminações precoces em Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Campeonato Cearense fizeram com que a diretoria, em nota oficial publicada no site do clube nesta segunda-feira (24), pedisse desculpas ao torcedor. 
No comunicado, a diretoria se desculpa pelas eliminações e pela ausência de resultados no que diz respeito às contratações, renovações e desligamentos realizados. Garante que as medidas cabíveis para montar um elenco competitivo para a disputa da Série C serão feitas e coloca como "obrigação e compromisso com o torcedor" conquistar o acesso à Série B no ano do centenário tricolor, em 2018.
Jorge Mota, presidente do Fortaleza (Foto: Juscelino Filho)Jorge Mota, presidente do Fortaleza (Foto: Juscelino Filho)

Confira a nota, na íntegra.
Nação Tricolor, 

Os últimos dias não foram fáceis para nós. Na verdade, infelizmente, os últimos meses. Compartilhamos angústias, preocupações, incertezas e tristezas pelos resultados em campo. Por isso, não há outra forma de iniciar esta Nota Oficial: pedimos desculpas. 

Após dois anos (2015-2016) à frente do comando do Fortaleza Esporte Clube, com a conquista do bicampeonato cearense, presença nas quartas de final da Copa do Nordeste duas vezes e nas oitavas de final da Copa do Brasil em 2016, fomos reeleitos com ampla maioria dos votos dos nossos associados em dezembro, em pleito democrático, para um novo biênio. 

Seguimos nossos projetos de campanha e demos sequência à profissionalização e modernização do departamento de futebol do clube, com a estruturação do Centro de Inteligência do Fortaleza Esporte Clube (CIFEC) e contratação de um Executivo de Futebol para procurar maximizar os acertos na formação do elenco para a temporada 2017. 

Foram estabelecidos critérios - técnico, táticos, físicos e psicológicos - para as contratações, renovações e desligamentos realizados. O grupo de jogadores foi reformulado quase por completo. Os resultados e as atuações, entretanto, não vieram de forma satisfatória ou suficiente. 

Deixamos a Copa do Nordeste, a Copa do Brasil e o Campeonato Cearense de forma precoce, o que é lamentável. Por isso, Nação Tricolor, nós, da Diretoria Executiva do Fortaleza Esporte Clube, pedimos desculpas pelos resultados negativos nestes quatro primeiros meses de 2017. 

Outros clubes do Brasil e do mundo já passaram por momentos esportivos complicados, com derrotas, insucessos e adversidades - até por décadas. É inerente ao esporte, onde há apenas um vencedor. Isso, porém, não serve de desculpa. Até porque não há outro clube, no Brasil ou no mundo, com uma torcida apaixonada e leal como a nossa, que, ano após ano, bate recordes de público a nível nacional. 

Por isso, Nação Tricolor, é momento de olhar adiante. O duro revés sofrido na quarta-feira ainda não cicatrizou, mas servirá de lição. Os últimos dias serviram, também, para análise e reflexão em relação a nossas atitudes nos últimos meses. Afinal, ainda temos mais um ano e sete meses de gestão pela frente. 

Teremos, a partir do próximo mês, a oportunidade de escrever uma nova - e vitoriosa - história em 2017. As atitudes cabíveis serão tomadas, sem medir esforços, para disputarmos de forma competitiva o Campeonato Brasileiro Série C em busca do almejado acesso. É nossa obrigação e nosso compromisso colocar o Fortaleza na Série B no ano do centenário. 

Pedimos desculpas, mais uma vez, pelos equívocos. Mas precisamos recomeçar a temporada, com os ajustes e as mudanças necessárias. Precisamos, mais do que nunca, do apoio - e também da cobrança - da Nação Tricolor até novembro. E sabemos quem podemos contar com vocês, pois o amor pelo Tricolor é incondicional e interminável. O Fortaleza Esporte Clube, de glória e tradição, retomará os caminhos vitoriosos. 

Diretoria Executiva do Fortaleza Esporte Clube  

Por 
Fortaleza, CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário