4 de outubro de 2016

Jorge Mota avalia grupo do Leão como bom e alfineta desistência do Uniclinic

Jorge Mota, presidente do Fortaleza (Foto: Agência Diário)Jorge Mota, presidente do Fortaleza (Foto: Agência Diário)
O Fortaleza está no grupo B da Copa do Nordeste do próximo ano. Com isso, vai enfrentar o Bahia, o Moto Club e o Altos, do Piauí, na primeira fase do Nordestão. Para o presidente do Fortaleza, Jorge Mota, o sorteio foi positivo para o clube cearense e ele acredita que serão duelos equilibrados no grupo. 
- Achei que foi bom. De qualquer maneira, sempre tem um time mais forte. Mas a gente está acostumado com o Bahia. E a gente equilibra com os outros dois - afirmou.  
Nesta terça, o diretor do Departamento de Competições da CBF, Manoel Flores, declarou que a polêmica envolvendo a segunda vaga do estado, além do Fortaleza, na Copa do Nordeste de 2017 só vai ser decidida nos próximos dias, apenas depois de um parecer do Departamento Jurídico da entidade.
As declarações foram dadas durante o sorteio dos grupos da competição, realizada em João Pessoa. O Ceará deve ocupar a vaga do Uniclinic na Copa do Nordeste no próximo ano. Jorge Mota comentou. 
- Eu acho que estamos tentando fazer uma coisa do ponto de vista mais ético ruim. Eu fico me perguntando qual foi o pensamento do pensamento do Uniclinic. Do nada, renuncia da Copa do Nordeste. Vai renunciar da Copa do Brasil também? Deveria também, sair dos dois. Há informações de que o Guarani de Juazeiro não renunciaria. Então, vamos ter repercussão dessa matéria. É muito ruim para a competição e para a Liga do ponto de vista de moralidade. A gente quer que a coisa funcione direito e a Liga não precisa das coisas assim - completa. 
O vice-presidente do Ceará, Raimundo Pinheiro, não se manifestou na terça. 
Por 
João Pessoa, PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário