10 de janeiro de 2016

Profetas dizem que inverno este ano no Ceará será de muita chuva


A previsão do clima é atividade enraizada na cultura cearense e de outros estados do Nordeste.
A previsão do clima é atividade enraizada na cultura cearense e de outros estados do Nordeste.
A chuva na véspera da 20ª edição do Encontro Anual dos Profetas da Chuva deixou o cearense mais esperançoso para que a estação chuvosa deste ano seja melhor e interrompa o longo período de estiagem dos últimos quatro anos.
O encontro aconteceu neste sábado em Quixadá, a 158 quilômetros de Fortaleza, quando eles se reúnem para dizer se haverá chuva ou não. O profeta Antônio Lima garante que a forma como o João de Barro construiu a sua casa é o anúncio certeiro de que a chuva chegará. Outro profeta, Erismar Nobre diz com confiança que 2016 será “um ano de muita água”.
Mas nem todos os profetas sejam otimistas, o agricultor Francisco da Silva diz que todos os anos ele só planta após ouvir o que cada um dos profetas tem a dizer. É com base nisso que ele define o que irá plantar e como fazer a lavoura, preparada com cuidado e dedicação.
Embora a previsão feita por estes homens não ofereça nenhum respaldo científico, o que eles dizem é encarado como certo pelo sertanejo. Eles têm nessas profecias a confiança de que o “inverno”, como o homem do campo chama a estação chuvosa, será bom ou ruim.
Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) divulga no próximo dia 20 de janeiro prognóstico oficial das chuvas no Ceará para 2016. Um estudo parcial divulgado pelo órgão em novembro de 2015 apontava que as chuvas estariam abaixo da média no estado nos meses de janeiro e fevereiro de 2016.
A tradição de observar os sinais da natureza
Os profetas da chuva são homens e mulheres da zona rural que costumam fazer previsões a partir de observações no clima e no ambiente. Alguns deles baseiam-se em sonhos e até mesmo em rituais religiosos que misturam crenças indígenas e outras formas de conhecimento.
A previsão do clima é uma tradição enraizada na cultura cearense e de outros estados do Nordeste. Na cidade de Quixadá, na região do Sertão Central do Ceará, acontece, desde o ano de 1997. O evento acontece a cada segundo sábado de janeiro, data transformada em Dia dos Profetas da Chuva pelas autoridades.
Com informações, Danielle Campos (TV Jangadeiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário