17 de julho de 2015

Morre Ghiggia, carrasco do Brasil na Copa de 50, no dia em que se completam 65 anos do título

Morre Ghiggia, carrasco do Brasil em 1950 (Foto: Divulgação)
Morre Ghiggia, carrasco do Brasil em 1950 (Foto: Divulgação)
Morreu na tarde desta quinta-feira, aos 88 anos, Alcides Ghiggia, héroi do título mundial uruguaio de 1950, por parada cardíaca. O ex-jogador era o único vivo entre os 22 que participaram da final e faleceu justamente no aniversário de 65 anos da conquista.
O ídolo celeste vivia na cidade de Las Piedras e esteve na Copa do Mundo de 2014, como convidado e até criticou a punição imposta ao seu compatriota, Luís Suarez.
Ghiggia ficou imortalizado na final do Mundial de 1950, no Brasil. Na decisão, contra a seleção brasileira, que jogava pelo empate, foi dele o gol da virada que deu o bicampeonato ao Uruguai. O episódio ficou conhecido como “Maracanazzo”.
Atuou pelos clubes Atlante, Sud América, Peñarol, Roma, Milan e Danubio.
Esporte Interativo

Nenhum comentário:

Postar um comentário