28 de junho de 2015

Advogado de Osvaldo confirma consulta do Flu e vê chance de acerto

Osvaldo São Paulo (Foto: site oficial / saopaulofc.net)Osvaldo está no Al-Ahli desde janeiro e pode voltar ao Brasil (Foto: site oficial / saopaulofc.net)
Após anunciar a venda de Kenedy para um grupo de investidores, que vai colocá-lo para defender o Chelsea, o Fluminense já tem um jogador na mira para reforçar o seu sistema ofensivo. Trata-se de Osvaldo, ex-São Paulo e que atualmente está no Al-Ahli, dos Emirados Árabes. Advogado do jogador, Adauto Nazaro vê no clube carioca uma boa opção, mas lembra que ainda não houve uma proposta oficial. Corinthians, Internacional e Atlético-MG também mostraram interesse em contar com atleta.
- Fluminense, Corinthians, Internacional e Atlético-MG procuraram o Osvaldo de forma oficial, mas nenhuma proposta foi feita até o momento. Osvaldo está em Fortaleza e se reapresenta normalmente ao Al-Ahli no próximo sábado, mas não podemos cravar. Respondendo por hoje (sábado), a reapresentação é certa. As conversas com esses clubes podem evoluir durante a semana, mas nada até o momento está programado. A última semana foi bastante intensa, com muitas conversas (...). Vejo no Fluminense uma chance muito boa para o Osvaldo, ainda mais neste momento.

Osvaldo tem contrato com o Al-Ahli com validade por três anos, e o advogado acredita que um empréstimo até o fim do ano seria interessante para o jogador.
- Com quase cinco meses de Al-Ahli, Osvaldo está muito bem por lá. Ele é titular, faz gols e assistências. Mas não podemos esquecer que o jogador tem contrato de três anos e não sei se uma liberação do Al-Ahli seria fácil, talvez um empréstimo até o final do ano. A volta ao Brasil seria interessante, ainda mais pelas características do atleta".
No São Paulo, Osvaldo viveu momentos distintos. Em 2012, ele teve um ótimo desempenho e ajudou na conquista da Copa Sul-Americana. O bom futebol, inclusive, o levou para a seleção brasileira, que época era comandada por Luiz Felipe Scolari. Na sequência, caiu de produção até ser vendido no início de 2015 para o Al-Ahli. Na negociação, o clube paulista recebeu  1,8 milhão de euros (R$ 5,4 milhões). 
Por 
Rio de Janeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário