20 de fevereiro de 2015

Briga será acirrada por semifinais e contra queda no estadual cearense: veja análise

O encontro entre Fortaleza e Maranguape neste sábado (21), às 18 horas (horário local), no Estádio Presidente Vargas, abre a segunda fase do Campeonato Cearense. A promessa é de jogos equilibrados nesta nova etapa. Icasa e Ceará, além de Quixadá e Guarani de Juazeiro, duelam no domingo completando a rodada. Leão, Verdão do Cariri e Canarinho do Sertão formam o Grupo B1 e agora enfrentam equipes do Grupo B2, composto por Vovô, Leão do Mercado e Gavião da Serra.
Goleiro Rodolpho, Icasa, Fortaleza (Foto: Kiko Silva/ Agência Diário)uIcasa, Fortaleza e Quixadá enfrentam Ceará, Guarani e Maranguape nesta fase (Foto: Kiko Silva/ Agência Diário)
Na primeira fase, o Icasa terminou na liderança do Grupo A1, com 16 pontos. Com 62,5% de aproveitamento, o Fortaleza ficou com a vice-liderança do grupo, com um ponto a menos. O time comandado por Nedo Xavier se divide entre o estadual e a Copa do Nordeste, em que luta para conquistar tranquilidade para se classificar. O Quixadá deixou para trás Horizonte e São Benedito e abocanhou a 3ª colocação do Grupo A1, com 14 pontos, atestando a equidade do Grupo A1.
No Grupo A2, já não houve a mesma disputa acirrada. O Ceará conseguiu se classificar de forma antecipada e, com 19 pontos, assegurou a liderança isolada. O Maranguape ficou com  a segunda posição, com 12 pontos. O Guarani de Juazeiro chegou à última rodada podendo perder por até dez gols de diferença. Chegou até a perder, mas só por 1 a 0 para o Itapipoca e avançou com 10 pontos. Guarany de Sobral e Itapipoca, que completaram o Grupo A2, lutam agora contra o rebaixamento.
No entanto, a partir desta segunda fase, para lutar pelas quatro vagas da semifinal do Cearense, os times vão encarar os adversários da outra chave. Com isso, serão confrontos contra equipes que não se cruzaram ainda no campeonato.
As duas principais equipes, Ceará e Fortaleza, terão caminhos bem distintos: o Vovô deve ter um caminho mais difícil no papel, pois encara Fortaleza e Icasa - partidas que fazem parte da lista de clássicos cearenses. O adversário mais fácil seria o Quixadá, que vem surpreendendo ao longo da competição e não deve fazer jogo fácil.
River-PI x Ceará (Foto: Reprodução)Teoricamente, o Ceará terá o caminho mais difícil até uma provável semifinal do Cearense (Foto: Reprodução)

Por sua vez, Verdão do Cariri, Leão do Pici e Canarinho do Sertão parecem ter o caminho menos complicado. Eles terão pela frente Ceará (o mais forte da chave), Maranguape e Guarani de Juazeiro. Muito embora os dois tenham deixado o Guarany de Sobral, favorito a uma das vagas, para trás.
Aliás, Quixadá, Maranguape e Guarani de Juazeiro travarão "batalha" pela vaga cearense na Série D do Campeonato Cearense. Antes, com Horizonte e Guarasol favoritos à disputa, Canarinho e Gavião podem chegar à inédita conquista da vaga. Se der Leão do Mercado, será a 2ª vez na história que o clube jogará a 4ª Divisão. Pela análise acima, o Quixadá largaria na frente com mais chances.
Fortaleza, Horizonte (Foto: Kid Júnior/Agência Diário)Horizonte tenta não cair para Série B do Cearense em 2015 (Foto: Kid Júnior/Agência Diário)
Briga pela sobrevivência 
O Horizonte, em oito anos na Série A do estadual, pela 1ª vez lutará para não cair para Série B. Não terá à beira do gramado o treinador Arnaldo Lira, que entregou o cargo ao não conseguir a classificação para a segunda fase com a equipe. O Galo do Tabuleiro teve apenas oito pontos em oito duelos. Na lanterna do Grupo A1, o São Benedito, com apenas três pontos.
Pelo Grupo A2, Guarany de Sobral e Itapipoca estão no Quadrangular do Descenso. O Cacique do Vale fez 10 pontos, enquanto o Moleque Travesso acabou a fase inicial com apenas sete pontos. No próximo domingo, a briga contra o rebaixamento começa para valer. O Itapipoca enfrenta o Horizonte no Estádio Perilão, às 16 horas, e no mesmo horário  São Benedito duela com o Guarany de Sobral no Estádio do Junco.
Esta fase do estadual ganha mais importância com a presença de dois times que deveriam estar brigando por vaga na Série D e também pelas semifinais do campeonato. No papel, os dois eram os mais cotados. Até pelo retrospecto. O Galo do Tabuleiro não se classificou para a fase semifinal em 2014 por um ponto. Já o Cacique do Vale foi semifinalista, mas acabou eliminado pelo Ceará.
Por Fortaleza, CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário